terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Para entender a farsa da LAVAJATO


Como funciona a circense LAVAJATO, a ação cretina de seus patifes de toga e da promotoria da juventude narcisista:

1. Uma cambada de preguiçosos da força-tarefa do circo dos horrores, que não investigam nada, porra nenhuma sequer, apenas busca criar fatos de fontes deformadas em acusações (o popular "cagueta" da delação premiada"). A Polícia Federal cumpre o papel de ser os cavaleiros do apocalipse com suas operações de nomes exóticos e fazendo pose para as câmeras de televisão (como é possível que operações em sigilo de justiça tenha acompanhamento em "real time" de jornalistas? O caso do sequestro de LULA foi um exemplo desta bizarrice de estupro da justiça pela PF politizada.);

2. Perverte o estado de direito, fazendo que a premissa da presunção de inocência ir para o espaço. Acusam sem provas e cabe que é acusado provar. Absurdo completo e que caracteriza o estupro da norma dentro de um estado de exceção. É o mesmo que um vizinho bata na porta de outro ao lado, dizendo acusatoriamente que a mulher dele foi abduzida sexual pelo suposto vizinho "Don Juan" uma vez que ela, a suposta traidora "não dormira na noite anterior em casa";

3. Um dos fatos mais curiosos é que todas as práticas de "incentivo eleitoral" são compartilhadas por todas as empresas no país. Curiosamente, pega uma das raras multinacionais brasileiras que incomodava empresas norte-americanas e européias e destrói todo seu poder político-econômico em nome do quê mesmo? Por incentivar a doação legítima à políticos (pode ser imoral, mas a lei eleitoral permitia a putaria toda!);

4. A ODEBRECHT somente virou alvo dos tarados da LAVAJATO por ter feito doações a campanha do PT (claro que até Cristo se viesse a Terra teria "incentivo" da empresa, mas para os partidários da LAVAJATO somente serve mutreta conta o PT) e o OBJETIVO é forçar seus dirigentes à caguetar LULA. APENAS E SOMENTE ISTO, o restante é conversa golpista para otário dormir;

5. Como é possível uma comissão de investigação "contra a corrupção" blindar um único partido, o PSDB? Que tipo de inserção divina teria este partido o qual nenhum juiz, promotor público ou papa que não poderia sequer tocá-lo?;

6. Se a LAVAJATO tivesse realmente interessada em combater a corrupção, seus membros protagonistas narcísicos psicopatas deveriam ser afastados devido a histórico suspeito de corrupção como é o próprio Sérgio Moro com sua estranha participação da farsa judicial do BANESTADO assim como promotores públicos vazarem informações de sigilo da justiça para a imprensa além de se vangloriarem pessoalmente usando redes sociais;

7. Como é possível centrar toda investigação de nível nacional apenas nas mãos de um único juiz de primeira instância? Qual razão para uma força-tarefa não ter fim dos trabalhos? Que tipo de força-tarefa esta que é permanente a troco do quê realmente e que nunca conclui nada, exceto construir uma série de factóides sem prova material alguma contra pessoas utilizando-se do sensacionalismo da imprensa? Naturalmente percebe-se o real lastro político que os membros da LAVAJATO estão implicados sem nenhuma preocupação ética ou jurídica de todos os fatos a serem supostamente investigados;

8. Quem é a favor da corrupção? Até os corruptos dizem que são peremptoriamente contra a corrupção. Mas fazer do combate a corrupção um circo jurídico é uma farsa! A história provará a ficção que é a tal LAVAJATO como sendo a maior farsa jurídica de todos os tempos, que ajudou politicamente a derrubar um governo legítimo, politicamente contribuiu para derrubar a economia, fundar o país em um fosso político e ninguém, absolutamente ninguém será punido pela fragilidade patética das provas acusatórias.

Safatle: A face da pseudo-esquerda ilustrada acadêmica

Em artigo nesta sexta-feira , o professor Vladimir Safatle, ligado ao PSOL, mostrou, mais uma vez, todo o mau-caratismo que lhe é muito...